Google Adsense Topo
ÁGUA E ESGOTO

Prefeitura de Imperatriz anuncia que irá romper contrato com à Caema

Em entrevista a uma emissora de TV nesta sexta-feira (27), prefeito Assis Ramos disse que a companhia traz prejuízos à saúde da população e ao meio ambiente.

27/09/2019 22h04
Por: Willamy Figueira
Fonte: PMI
27.972
 O prefeito destacou que a Caema
O prefeito destacou que a Caema "é falida e irrecuperável" (Foto: Divulgação)

Em entrevista ao Bom dia Maranhão da TV Mirante, na manhã desta sexta-feira,27, o prefeito de Imperatriz, Assis Ramos, reafirmou a disposição do município em encerrar o contrato com a Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão, Caema, e privatizar os serviços de abastecimento d’água e saneamento básico que vem sendo oferecidos pela empresa de maneira precária e deficiente.

Segundo o prefeito, além da Caema não atender a contento o abastecimento d’água potável, ainda despeja esgoto in-natura nos riachos que consequentemente desaguam no Rio Tocantins.

“Além dessa questão da distribuição da água, tem um problema muito mais grave que é a questão do esgotamento sanitário. A Caema não realiza o serviço como deveria fazer, causando um prejuízo grande para a nossa saúde e o meio ambiente, o que torna uma situação insustentável que exige de nossa parte uma tomada de posição” - denuncia.

Prefeito Assis Ramos em entrevista (Foto: Reprodução/TV Mirante)

 

Assis disse que já esteve algumas vezes em reunião com representantes da Caema, mas não conseguiu uma garantia de que a empresa venha a resolver pelo menos em médio prazo essa situação. “Eles apontam investimentos, mas não há transparência, a gente não sabe quanto foi arrecadado, nem quanto foi ou será investido, então para nós a saída é privatizar, claro, garantindo que esse serviço não fique mais caro para a população e que nossos problemas de abastecimento e saneamento sejam finalmente resolvidos”, assegurou.

O prefeito destacou que a Caema “é falida e irrecuperável”, se constitui em fator de grave ameaça porque faz dos riachos, que cortam Imperatriz, meios de proliferação de hanseníase e verminoses, e que apenas 50% da população recebem, “sem regularidade”, água encanada.

“A Prefeitura perfurou e mantém 28 poços, tocados por 56 servidores específicos que nos custam mais de R$ 1,2 milhão de reais por ano, desfalcando outras demandas, e ainda assim muita gente não tem água potável” – disse Assis Ramos.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Imperatriz - MA
Atualizado às 00h45
26°
Pancada de chuva Máxima: 33° - Mínima: 23°
27°

Sensação

8.6 km/h

Vento

75.1%

Umidade

Fonte: Climatempo
Anúncio
Adsense Sessão Política
Municípios
Banner Sessão Esportes
Últimas notícias
Banner Sessão Entretenimento
Mais lidas
Banner Sessão Saúde
Adsense lateral interna posição 5